Início Diversos Projetos Competições Dúvidas? Fotos Artigos Fórum Parceiros

P r o j e t o s  e   I n s t a l a ç õ e s - parte I
Esses projetos servem para qualquer carro! Uma possível mudança seria o tamanho dos falantes.

Objetivo desta página:
- Mostrar sistemas sonoros simples mas eficientes;
- Frisar que o som no interior do carro deve seguir o mínimo de padrões de qualidade aonde:

- Deve existir a sensação estério (esquerda e direita);
- Palco sonoro (imagem estereofônica) vindo da FRENTE do veículo;
- Linearidade e clareza no som;

Imagem estereofônica

A imagem esterofônica consiste na sensação espacial do som, permitindo ao ouvinte localizar todos os instrumentos e vozes no espaço tridimensional. É através da imagem estereofônica que recriamos, no ambiente de audição, a sensação plena de estarmos participando de uma audição ao vivo. A percepção da imagem estereofônica, que é a "visualização" auditiva da disposição das fontes sonoras no espaço, depende da capacidade que nossos ouvidos têm de reconhecer de onde está vindo determinado som. Isto é possível graças ao efeito binaural, ou seja, a audição com dois ouvidos. O fato do som não chegar simultaneamente aos dois ouvidos, nos permite localizar no espaço a fonte sonora mesmo quando não a estamos vendo.
A obtenção de uma imagem estereofônica perfeita, através do emprego de alto-falantes adequados bem como do seu correto posicionamento dentro do veículo, permite vivenciar uma emocionante experiência sonora. Não mais nos limitaremos a ouvir os sons, porém passaremos a "vê-los" como se estivéssemos ouvindo a gravação ao vivo.
Fonte: Catálogo de falantes Acoustic Point da Bravox

Estresse x música

Sistemas com distorção, excesso de ruídos e falta de linearidade nas frequências causa fadiga auditiva podendo aumentar mais ainda o estresse do trânsito.

Palavras da musicoterapeuta Maristela Smith:
" Quanto melhor a qualidade do som, melhor a interação com a música. Um sistema de áudio que dá ao usuário a sensação de que se está diante de um concerto ao vivo é um belo passo para quem quer evitar o estresse."
"Não basta ouvir, é preciso escutar a música."
"Qualquer tipo de música pode combater o estresse do trânsito, do Heavy metal ao clássico" - cada um tem sua individualidade musica l.

Como escolher seus aparelhos na hora da compra.

- CD-Players
  • Verifique sua resposta de frequência, ela deve ser a mais plana possível entre 20Hz e 20.000Hz, isto é, deve amplificar a música com o mesmo ganho em toda a faixa de frequência audível;
  • Verifique sua potência RMS, contínua a 4 Ohms com baixa distorção;
  • Verifique sua distorção harmônica (THD), distorção acima de 1% pode causar fadiga;
  • Verifique a tensão de saída dos conectores RCA, quanto maior a tensão, mais imune a ruídos vai ser seu sistema, dê preferência aos aparelhos que forneçam 2 Volts ou mais nas saídas RCA;
  • Quanto mais canais de equalização de áudio melhor, você pode me;
  • Sistemas de delay para controle da posição de escuta presentes nos aparelhos como Alpine e Clarion entre outros top de linha ajudam a montar o palco sonoro sobre o painel do carro;
  • Atenção: Muitos CD-Players possuem cerca de 27 W RMS em 4 Ohms, resposta de frequência nas saídas amplificadas de 50Hz a 15.000Hz com distorção abaixo de 5% THD. Mas a potência da propaganda é de 35 W... 50W.... que é a potência máxima com distorção maior que 5%. !!!



- Amplificadores
  • Verifique se o módulo amplificador admite ligação Bridge, possui crossover ativo passa-alta e passa baixa e controle de ganho para cada par de canais;
  • Verifique sua distorção harmônica, distorção (THD) acima de 1% pode causar fadiga. Quanto menor este valor, menor será a distorção.
  • Verifique sua resposta de frequência, ela deve ser a mais plana possível entre 20Hz e 20.000Hz.
  • Verifique sua potência RMS, contínua a 4 Ohms (Root Mean Square) com baixa distorção. ( 30W RMS é o suficiente para sistemas para o dia a dia, 50W ou acima já servem para fazer um bom barulho fora do carro) Muitos fabricantes indicam a potência a 1 Ohms, algo que é muito difícil de ser utilizado, você precisaria de 4 falantes de 4 Ohms ligados em paralelo para chegar a essa impedância. Inviável para quem quer utilizar apenas um SubWoofer. Além de que muitos utilizam a potência PMPO (Peak Music Power Output) que é a potência de pico medido em frações de segundo que não servem para a música em geral.
  • Verifique a impedância mínima que o amplificador aguenta. Normalmente fica em 2 Ohms em estéreo e 4 Ohms em bridge.
  • Verifique sua relação Sinal/Ruído (S/N). Relação entre o nível de Sinal e o nível de ruído presente no som, os melhores amplificadores tem a relação acima de 100dB. Quanto maior esse valor, menos ruído seu amplificador vai gerar.
  • Verifique seu damping factor. Indica a capacidade do amplificador de controlar o alto-falante. Quanto maior, melhor. Infelizmente poucos falantes levantam este parâmetro para disponibilizar ao público.
  • Você sabia que na maioria dos amplificadores do mercado são de classe AB e que metade da corrente que ele consome vira calor e a outra metade vira som e música ?
  • Atenção: Nos amplificadores Pyramid, devemos considerar apenas metade da potência total indicada, pois será a potência que realmente o usuário poderá usar sem ter sobreaquecimento e sem distorção excessiva. A potência total indica apenas a potência RMS em 2 Ohms com o "ganho" no máximo, esteja atento também na relação Sinal/Ruído que é muito baixo, cerca de 85dB ( bons amplificadores possuem 100dB nessa relação, lembrando que adicionar 3dB significa dobrar a pressão sonora )
- Alto-falantes
  • Verifique a potência RMS suportada, esta deve ser compatível com a potência fornecida pelo amplificador; Verifique sua eficiência dB/m (SPL) , quanto maior este valor, mais sensível é o alto-falante e mais SPL ele produz por cada Watt de potência fornecida. Os mais sensíveis têm valor acima de 90dB.
  • Verifique sua impedância, esta não pode ser menor que a suportada pelo amplificador. Se você vai usar vários falantes em paralelo ou em série, tenha preferência por falantes de bobinas duplas ou aqueles de 2 ou 8 Ohms
  • SubWoofers: Verifique se ele é específico para caixas seladas ou dutadas
- Antenas (clique para maiores informações)

Bitolas de cabos mais utilizados numa instalação

16 AWG ou 1,5 mm²
  • Para alimentação de Toca-Fitas e CD-Players: até 10 Ampéres
  • Atenção: para alimentação de amplificadores e aparelhos que consomem acima de 10 Ampéres, consulte a tabela abaixo.
2x18 AWG ou 2x0,75mm²
  • Para alto-falantes de sistemas básicos ( som original ) até 30W RMS;
  • Para falantes do tipo Mid-range, full-range e tweeter até 30W ;
2x1,5mm² (=15AWG) ou 2x14 AWG
  • Para sistemas de múltiplas vias composto por MidBass, MidRange e tweeter até 100W RMS
2x2,5mm² (=13AWG) ou 2x14 AWG
  • Para falantes do tipo Woofer e SubWoofer. até 260W RMS
Para maiores informações sobre bitolas de cabos para alto-falantes

  • - A utilização de cabos mais grossos visa diminuir a resistência elétrica entre dois pontos evitando perdas no meio do caminho, seja os sinais de áudio de baixa voltagem, de média voltagem ou de alimentação do sistema.
  • - Cabos mal dimensionados podem representar até 50% de perda de potência transmitida pelo amplificador até os alto-falantes. Veja artigo sobre perdas em cabos de alimentação
  • - Conforme o número AWG (American Wire Gauge) vai diminuindo, o diâmetro ou seção transversal do cabo vai aumentando. Veja tabelas de conversão AWG para mm² e vice versa


Calculando o fusível e a bitola do fio

  • - Selecione a Classe do Amplificador : ( A maioria dos amplificadores é de classe AB )
  • - Selecione o comprimento do cabo de força : metros.

Fusível de Ampéres (ou um pouco maior)

Para m de cabo - seção de mm² ou cabo de AWG
Saiba mais no artigo dimensionamento de cabos e fusíveis.



Cuidados com os cabos de alimentação

  • Puxe a fiação positiva diretamente da bateria:
  • Tome muito cuidado com curtos-circuitos, utilize anéis de borracha quando o cabo passa por buraco na lataria;
  • Lembre-se que a lataria é o pólo negativo ( ou terra ) de todo sistema elétrico. Se você encostar o fio positivo na lataria causará um curto-circuito que pode danificar a bateria, a fiação, ou outros componentes eletrônicos de seu carro como injeção eletrônica ou outros componentes.
  • Instale um porta-fusível perto da bateria (no máximo 50 cm).
  • Não passe fios perto de cantos afiados e utilize sempre anéis protetores.
  • Puxe a fiação negativa do sistema diretamente da lataria do carro, próximo de onde foi fixado o Amplificador ou CD-Player. Assegure-se de que tenha um bom contato com a lataria lixando o local.
  • Lembre-se de que ambos os cabos positivos e negativos de sua alimentação devem ter espessuras idênticas para fazer fluir a corrente elétrica pelo seu sistema.
  • Utilize sempre a menor distância para passar os cabos de alimentação.
  • Nunca passe cabos de alimentação perto dos cabos de áudio.
  • Certifique-se de que haja ótimo contato entre os cabos e os terminais do amplificador ou porta-fusívies. Senão veja o que acontece.


Sistema Simples

 

Instalação Iniciante

* Rádio CD-Player - R$ 350
* Kit de 4 triaxiais Bravox - R$ 110
* Cabos (de força e de falantes = 1mm² ou 16 AWG) - R$ 10
* Par de capacitores de 100 uF / 100V - R$ 2
Total: R$480 (valores médios de mercado)

- CD-Player: JVC, Panasonic, Sony, Pioneer ... (são os mais em conta)
- Kit original Top Bomber - R$ 200 - 4 coaxiais (com tweeter de neodímio)
- Kit Power da Selenium não é aconselhável para esse sistema que busca a simplicidade a baixo custo
- Par de Triaxiais Pioneer (portas) - R$150

- O Par de capacitores de 100uF despolarizado (impõe corte de frequência em 400Hz) devem ser ligados nos falantes que estão na frente do veículo para cortar as baixas frequências e evitar distorção.
- Para evitar que o palco sonoro fique "puxado" para trás do veículo, deve-se ajustar o fader para se ter mais intensidade na música na frente do carro.

- Qual kit original de alto-falantes comprar? Lista do tamanho dos alto-falantes que cabe no local original de cada carro nacional e os principais fabricantes de kits.



Capacitores como filtro passa-alta

  • - Pra quê? Usando capacitores em série com o alto-falante, eles funcionarão como filtro-passa alta, eliminando um pouco das baixas frequências (sons graves) que podem ser prejudiciais para falantes pequenos causando distorção quando o "volume" do som está alto. Sub-graves exigem grandes deslocamentos do cone podendo causar descolamento do cone ou batida da bobina do falante, para melhor reproduzir essa gama de frequência é necessário um subwoofer.
    - Utilize um capacitor de preferência despolarizado ligado em série em cada Coaxial que vai na parte frontal do veículo para cortar as baixas frequências, evitando excesso de distorção nos falantes.
  • - Como? Caso você tenha somente capacitores eletrolíticos (com polaridade positiva e negativa) saiba "despolarizá-los" ligando os terminais negativos de dois capacitores eletrolíticos iguais e usando os terminais positivos para interligar o amplificador e o alto-falante. Agora você tem um capacitor "despolarizado", mas com metade do valor ! Ex: ligando dois capacitores eletrolíticos de 220uF 50Volts em série (terminal negativo com negativo) você terá um capacitor despolarizado equivalente a 110uF 100Volts.
  • - Seu valor pode variar de 50 uF a 250 uF (microFarads) com tensão superior a 50 Volts, com isso, o corte de frequência (passa-alta) varia de +/- 460 Hz a 160 Hz respectivamente.
  • - Ex: Se você colocar um capacitor de 100uF em série com um coaxial de 4 Ohms, você terá um filtro passivo passa-alta de atenuação 6dB/oitava com frequência de corte em 400Hz (isto é, atenuação de 6dB em 200Hz = uma oitava).
  • - Atenção: para falantes com impedâncias diferentes deve-se consultar a tabela de componentes para crossovers.
  • - Para se aprofundar mais sobre crossovers.


Sistema Simples Power

Instalação 4 canais Booster 1

"Instalação Simples" + Amplificador Booster - 4 canais
Pra quem quer mais potência no sistema original
* CD-Player - R$ 350
* Booster 4 canais - R$ 150
* Kit de 4 coaxiais - R$ 100
* Cabos, porta-fusível, fusível, etc - R$ 50
* Par de capacitores de 100uF / 100V - R$ 2
Total : R$ 660

- Kit de 4 triaxiais Bravox - R$ 120
- CD-Player: Sony, Pioneer, JVC, Panasonic, Kenwood...
- Booster 60Watts x 4 canais - R$150
- Cabos 16AWG (1mm²) para os falantes e alimentação do CD-player
- Cabos de alimentação do booster 4mm² = 11 AWG para até 20 Ampéres
- Tome cuidado para não aumentar demasiadamente o volume para não queimar ou danificar seus alto-falantes, pois coaxiais e triaxiais comuns não costumam suportar mais que 60 Watts RMS.
- Módulos do tipo Booster possuem distorção de 1% ou mais.
- O Par de capacitores devem ser ligados nos falantes que estão na frente do veículo
- Ajuste o fader o CD-Player para fortalecer mais o som vindo da frente do veículo valorizando o palco sonoro frontal.


Como ligar a saída amplificada do cd-player na entrada RCA de amplificadores?

Com este pequeno circuito, é possivel fazer a conversão da impedância e tensão para entrar no amplificador

Sistema Simples Power

Instalação 4 canais Power 1

- "Instalação Simples" + Amplificador Power MOS-FET - 4 canais
* CD-Player - R$ 350
* Amplificador Power 4 canais de 50 Watts RMS - R$ 300
* Kit de 4 coaxiais - R$ 120
* Antena manual - R$ 15
* Cabos alimentação, etc - R$ 50
* Cabos e conectores RCA - R$ 50
* Porta-fusível, fusível, etc - R$ 50
Total : R$ 885

- Caso seu CD-Player tenha somente duas saídas RCA, você deve utilizar um cabo em Y para conectar cada saída de seu aparelho em um par de entradas do amplificador. Ex: Uma saída esquerda alimentando duas entradas esquerdas do amplificador e uma saída direita do aparelho alimentando duas entradas direitas do amplificador.
- Ajuste os dois canais do amplificador que irão para os falantes da frente com o filtro interno na configuração passa-alta.
- Tome cuidado para não aumentar demasiadamente o volume para não queimar ou danificar seus alto-falantes, pois Coaxiais e Triaxiais comuns não costumam suportar mais que 60 Watts RMS.
- MOS-FET é o nome de um componente utilizado nesses amplificadores, basicamente servem para aumentar a tensão de saída para os alto-falantes em mais de 12 Volts.
- Os amplificadores do tipo MOSFET possuem melhor qualidade de som e baixa distorção (geralmente abaixo de 1%)



Qual a diferença do Amplificador Power para um Módulo Booster?

Principais desvantagens do booster:
- Amplifica o sinal já distorcido pelo amplificador do Toca-Fitas/CD-Player;
- Introduz ruído no som;
- Possui resposta de frequência reduzida com alguns picos e vales;
- Gera grande quantidade de distorção;

Sistema Médio Power 2

Instalação 4 canais Power 2

- Troca de coaxiais por kit componente
* CD-Player - R$ 350
* Amplificador Power 4 canais de 50 Watts RMS - R$ 300
* Kit componente (par de midbass, par de tweeter e par de crossover) - R$250
* Par de coaxiais (parte traseira do veículo) - R$ 40
* Cabos e conectores RCA - R$ 50
* Cabos alimentação, etc - R$ 50
Total : R$ 1015

- Kit componente Bravox CS60D
- Amplificador: AudioBank KA-4060, Banda Voxer 1.4, Banda Voxer 2.4

- A substituição dos coaxiais da parte frontal do veículo visa obter maior rendimento e potência decorrente da utilização de alto-falantes mais potentes e específicos para determinada faixa de frequência.
MidBass + MidRange + Tweeter - MidBass trabalha entre as frequências de 80Hz a 5000Hz
- MidRange: 150Hz a 5000Hz
- Tweeter: 5000Hz a 20000Hz
- A utilização do crossover visa fazer com que cada falante (midbass, midrange e tweeter) trabalhe em sua faixa específica de frequência optimizando sua performance e protegendo-os contra sobrecarga.


Instalação 2 canais Power 3

* CD-Player com 2 saídas RCA - R$450
* Amplificador 4 canais de 30W RMS - R$350
* kit componente de 50W RMS - R$250
* par de triaxiais - R$130
* cabos RCA 2 canais - R$15
* par de cabos Y RCA - R$20
- Total = R$1215

A vantagem deste projeto é a otimização de um amplificador 4 canais para fornecer alta potência para os falantes da frente e baixa potência para os falantes traseiros, com isso, oferecendo palco sonoro na dianteira, sem perder potência do conjunto.

É imprescindível que o amplificador faça ligação tri-mode, isto é, aceita ao mesmo tempo a ligação bridge e estéreo.

Sacrificamos o fader por utilizar apenas 2 canais de saída RCA. Um amplificador de 4 canais geralmente é especificado como tendo 2 canais frontais e 2 canais traseiros para serem ligados em 2 falantes dianteiros e 2 falantes traseiros respectivamente. Nesta ligação estamos alimentando os canais frontais do amplificador com o sinal do rca direito vindo do cd-player e os canais traseiros, por um rca do canal esquerdo. Cada kit componente está ligado em bridge e cada triaxial está ligado em um canal, podendo ser o direito ou esquerdo.







Continua...


Toda imagem é meramente ilustrativa e cada produto pertence à seus respectivos fabricantes.
Toda informação e imagem é de uso particular do site AutoSom.net. Direitos autorais.

- |  <  | Página Principal | Diversos | Projetos | Campeonatos | Dúvidas? | Artigos | Fotos | Publicidade |  X  |  ^  | -
AutoSom.net - Todos os Direitos Reservados © 1997/2014 | São Paulo - Brasil | Contato | http://autosom.net